quinta-feira, 6 de julho de 2017

Dica para comer, ler e ouvir direto de Portugal

Os irmãos  OctaPush e o Festival "Gaia de Todo o Mundo" GTM 
Receitas de Bacalhau 

Comer, Ler e Ouvir 

Prosseguindo com as nossas quintas-feiras de comilança, estas semanas dedicadas à Portugal, depois de receitas com vinho do Porto, vamos agora às de Bacalhau. Da mesma editora Objecto Anonimo (http://www.objectoanonimo.com) no mesmo estilo fichinhas de papelão, amamos o designer.

Aproveitamos para lá no final da página das dicas precisas do que ler e ouvir vindo diretamente
da terrinha.


Escolhemos duas receitas que são mais fáceis de fazer e que não usam óleo, margarina e maionese. Com poucos ingredientes e de rápido preparo. Enfim, algo para ser prático ok?

Bacalhau à Brás

600g de bacalhau demolhado;

0,5 dl de azeite

30g de margarina

1 dente de alho

1 cebola grande

750 g de batata descascada

6 ovos

sal e pimenta

salsa

azeitona preta

Escame o bacalhau e retire as espinhas

Corte-o aos cubos com 1 cm de lado

Corte as batatas da mesma forma

Frite e tempere as batatas

Bata os ovos

Pique a cebola e o dente de alho e coloque numa travessa

Refoque o azeite em fogo brando

Assim que alourar junte os pedaços de bacalhau e mexa durante 2 min

Adicione as batatas e continue a mexer por mais dois minutos

Por fim junte os ovos já batidos

Vá mexendo ate os ovos estarem passados a seu gosto

Coloque na travessa e polvilhe com salsa e azeitonas.

Vale comer com pão de milho ;-)






Bacalhau à Miquelina




4 postas de bacalhau dessalgado;

Azeite extra virgem;

1 kg de batata;

1 cebola cortada em rodelas;

1 dente de alho;

Pimenta;

1 folha de louro;

vinagre

Cortar o bacalhau em postas grossas e frita-se em azeite bem quente até as postas ficarem loirinhas.

Faz-se o seguinte molho: coloca-se na frigideira um filete de azeite, cebola, dente de alho, pimenta e louro. Assim que a cebola estiver cozida, coloca um pouco de vinagre e ferva novamente.

Coloque o molho por cima do bacalhau

Sirva com batatas cozidas

_____________________________

Ler 






E já que estamos circulando na terrinha vale aqui duas dicas de leitura dada pela Revista Visão www.visao.pt no mês de junho de 2017.

A Bíblia de Frederico Lourenço

A tradução da Bíblia por Frederico Lourenço, é uma das mais importantes publicações em Portugal nos últimos muitos anos, segundo o escritor e psiquiatra português António Lobo Nunes "não encontrei nenhum livro comparável a este".  Para ele trata-se de uma obra ímpar "Frederico Lourenço foi tocado pela graça e eu invejo-o por isso, tenho ciúmes por isso só de imaginar que Deus o prefere a mim, mesmo achando que tem boas razões para isso", analisa o psiquiatra.

imprensa:

http://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,biblia-tem-versao-grega-traduzida-por-frederico-lourenco-tradutor-de-homero,70001756855

http://veja.abril.com.br/blog/veja-recomenda/livro-da-inicio-a-versao-mais-completa-da-biblia-em-portugues/




 O Caminho Imperfeito de José Luíz Peixoto.



O livro será lançado em setembro, mas, ao passear pela Feira do Livro de Madri e a de Lisboa, ambas aconteceram em junho e são expositoras dos próximos sucessos literários, o autor José Luís Peixoto de uma previa do que virá à Revista Visão- " O livro cruza a narrativa ligada à viagens, neste caso a um país asiático, com memórias dele ligadas a Portugal, especialmente ao Alentejo. O livro trata do próximo e longínquo- a sua terra e suas viagens. O distante e o remoto, o próximo e o íntimo, suscita o autor.




Ouvir


Baseado no primeiro "Gaia Todo um Mundo" (gtm) que ocorreu em junho de 2017 no centro histórico de Vila Nova de Gaia (Porto), onde em quatro dias o festival reuniu música, artes visuais, performances, gastronomia e debates, os destaques musicais ficaram com o sírio Omar Suleyman, o angolano Bonga e o Projeto Luso-angolano Batida, os novos talentos portugueses como Sensible Soccers, Octapush e Filho da mãe, além do gambiano Mbye Ebrima e o brasileiro Luca Argel.






”Batida” é Pedro Coquenão







Festival Gaia Todo o Mundo